<strong>O peregrino Joshua</strong>

O peregrino Joshua

Joshua é uma coluna com publicação semanal às quintas-feiras no Jornal Diário Regional e aos sábados no Jornal Folha do Mate.

Nela Rafael Lovato trata de temas cotidianos vivenciados por um velho peregrino, no início do século passado.

A série "O peregrino Joshua" está sendo publicada pela Editora Zap Book, e contará com ao menos 7 volumes, e que podem ser comprados no site www.zapbook.com.br

16 fevereiro 2012

Pontuação da vida

 

Naquele quente início de tarde, o peregrino Joshua se encontrava sentado à sombra de uma figueira nos arredores do vilarejo de Campo Florido. Pensava sobre a vida e os homens, observando a vista de cima da colina. Leve brisa brincava com seus cabelos quando tomou um gole de água de seu cantil. Logo a seguir, pegou o livro Crime e castigo para continuar a leitura.

Quando o abriu, inesperado, do meio de suas páginas caiu um manuscrito que pousou sobre suas pernas. Olhou-o, sem título, e passou a lê-lo, no intuito de relembrar do que se tratava:

 

Quem conhece o que será do amanhã?

Alguns acham que sabem.

Outros acreditam que não sabem.

Há quem ache que não, mas sabe sim.

E há ainda os que conhecem nada

E acreditam em tudo.

Em nossa vida, muitas vezes o próximo dia,

Os próximos meses ou anos,

Dependem de como os pontuamos:

Se com um ponto ou uma vírgula.

Podemos colocar vírgulas em tudo:

Em problemas, desgostos, discussões,

Desentendimentos, equívocos…

E como toda vírgula que se comporte direitinho,

Ela não encerra nada.

Tudo continua vivo e latente.

Todo o virgulado permanece integrando

O contexto frasal de nossa vida.

E voltará, pois não encerrou:

Assim como os elementos sintáticos precisam complementação,

Nossas vidas virguladas, também.

Mas podemos colocar pontos: problema, ponto.

Dificuldade: ponto. Desentendimentos: ponto

Ou seja: resolvemos o assunto. Não voltará.

Quase esqueço: há também o ponto e vírgula.

Aquela pausa lenta, prolongada.

Que poderia ser um ponto.

Mas não é!

É a pontuação hesitante. Sabemos que virgular não dá.

Mas colocar um ponto é trabalhoso demais.

Entrega a sensação de ‘resolvo amanhã’.

Penso que o melhor seria remover as vírgulas

E ponto e vírgulas. O deixar para amanhã, o enrolar.

Colocarmos pontos finais nas frases de nossa história!

Parece fácil.

Mas não é. E não sei o porquê. Não sei se vocês sabem.

Talvez seja a natureza humana.

Ou então o mau hábito de escritores amadores, quem sabe?

No final penso que cada um sabe de suas frases…

Quem conhece o que será do amanhã, afinal?

 

Com o papel ainda em mãos, Joshua fechou Dostoiévski e pensou que, no viver, muitas vezes uma virgulazinha caía bem.

Após refletir alguns minutos, soprou aos ventos:

– Mas, para viver em paz comigo mesmo, sei que é necessário ter coragem de usar mais pontos.

"14" comentários em: Pontuação da vida

  1. Rafael - 8 de fevereiro de 2014

    Via FACEBOOK
    Bica Stein
    Adorei !

    • Rafael - 8 de fevereiro de 2014

      Abraço Bica!

  2. Rafael - 8 de fevereiro de 2014

    Via FACEBOOK
    Andréa Prochnow Saenger
    Ótima leitura!!!! Abração.

    • Rafael - 8 de fevereiro de 2014

      Bjo Andréa!

    • Rafael - 8 de fevereiro de 2014

      Via FACEBOOK
      Aneli Magedanz
      Adorei..abraços.

  3. Rafael - 7 de fevereiro de 2014

    Via FACEBOOK
    Norton Campos
    ShowwwwwwwwwwwwRafael Lovato,baita abraco,meu queridooooo!!!!

    • Rafael - 7 de fevereiro de 2014

      Abração Norton!

  4. Rafael - 7 de fevereiro de 2014

    Via FACEBOOK
    Patricia Karnopp
    Adorei…sou fã das reticências…

    • Rafael - 7 de fevereiro de 2014

      Bjão Patricia!

  5. Rafael - 27 de março de 2012

    Via Facebook
    Izabele Lenuzza
    Vamos colocar um ponto final no que não nos faz bem, vamos! E ser feliz, feliz, feliz!!!! Bjs
    Rafael Lovato: 🙂

  6. Rafael - 21 de março de 2012

    Via Facebook
    Rose Arouck
    Excelente Rafael! Abraços
    Rafael Lovato: 🙂

  7. Rafael - 20 de março de 2012

    Via Facebook
    Beatriz Boto
    Beatriz gosta disto ♥
    Rafael Lovato: Bjão minha querida Beatriz!

  8. Rafael - 27 de fevereiro de 2012

    Via facebook

    Laiane Cabral 27 de Fevereiro de 2012 16:30
    adorei e sempre comento sobre essa tal pontuação existente e nossas vidas =]

    Rafael Lovato: Valeu Laiane, bjão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *