<strong>Contos</strong>

Contos

Além de ser romancista, R. Lovato foi um dos premiados no Panorama 2010/2011 da FC do B com o conto Nulla in mundo pax sincera, publicado em dez/2011.

Também foi premiado com o conto A moeda humana do Banco Central no concurso Nossos Valores na I Semana Organizacional do Banco Central do Brasil.

Sem sentido – poema

Entrei em casa

E encontrei tudo igual a ontem.

Olhei o calendário

E o dia que marcava era amanhã.

 

Sonho? E tomei um gole de água

Que lembrou lágrimas de três dias atrás.

Corri para a adega

E ainda assim não encontrei o dia de hoje.

 

O cinzento nos meus olhos

Manchou as paredes, minhas roupas.

A vontade em meu peito

Era que cinco dias atrás fosse o hoje.

 

Desculpa! Gritei com voz de garoto,

De quinze anos atrás. Por quê?

Perguntei para a foto cinza.

Por que você levou embora o meu tempo presente?

 

O silêncio lembrou as madrugadas

Desde que perdi o hoje.

Sem sentido.

Volta, não farei novamente…

"13" comentários em: Sem sentido – poema

  1. Rafael - 29 de março de 2012

    Via Facebook
    Solange Amorim
    Lindo!!
    Rafael Lovato: Bjão minha querida Solange!

  2. Juliana - 22 de março de 2012

    Muito lindo e profundo!!
    Parabéns pelo talento!

    • Rafael - 22 de março de 2012

      Valeu, minha querida Juliana. Beijo para você!

  3. Rafael - 19 de março de 2012

    Via Facebook
    Isabel Gonçalves
    Que lndo…♥
    Rafael Lovato: Bjão, Isabel!

  4. Raoni Ochoa - 17 de março de 2012

    Expressou exatamente o sentido da palavra “Saudade”! Muito bom!

    • Rafael - 17 de março de 2012

      Valeu, meu bom amigo Raoni!

  5. Rafael - 16 de março de 2012

    Via Facebook
    Silvio Antônio Haussen Haussen
    Abraço Rafael, vc sempre com belas palavras!!!
    Rafael Lovato: Valeu, Silvio, abração!

  6. Rafael - 16 de março de 2012

    Vai Facebook
    Sulamita Ferreira Teixeira
    O tempo não volta poeta! Quem dera voltasse….
    Rafael Lovato: Verdade!

  7. Rafael - 16 de março de 2012

    Via Facebook
    Sueli Rosa
    Quem dera voltar no tempo e dar sentido…
    Rafael Lovato: Exatamente, Sueli!

  8. Rafael - 16 de março de 2012

    Via Facebook
    Paty Metzger
    Coisa mais linda…até chorei…
    Rafael Lovato: Que bom que gostou, minha querida Paty. Bjão.

  9. Rafael - 16 de março de 2012

    Via Facebook
    Rosiane Ceolin
    Que lindo Rafael. Li mto mais que uma bela poesia, fiquei instigada e curiosa.
    Rafael Lovato: bjão, Rosiane!

  10. Rafael - 16 de março de 2012

    Via Facebook
    Sulamita Ferreira Teixeira ‎
    “O silêncio lembrou as madrugadas desde que perdi o hoje. Sem sentido. Volta, não farei novamente….” DIVINO! Amei!
    Rafael Lovato: 🙂

  11. Rafael - 16 de março de 2012

    Via Facebook
    Luiz Oliveira
    Adoro desespero. É a minha cara! 🙂
    Rafael Lovato: Hehe o desespero, Luiz Oliveira, mesmo não sendo a cara de nós todos, certamente nos habita, de tempos em tempo. Abrção, meu amigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *