<strong>O peregrino Joshua</strong>

O peregrino Joshua

Joshua é uma coluna com publicação semanal às quintas-feiras no Jornal Diário Regional e aos sábados no Jornal Folha do Mate.

Nela Rafael Lovato trata de temas cotidianos vivenciados por um velho peregrino, no início do século passado.

A série "O peregrino Joshua" está sendo publicada pela Editora Zap Book, e contará com ao menos 7 volumes, e que podem ser comprados no site www.zapbook.com.br

7 novembro 2012

O diabinho de cada um

O peregrino Joshua retomou sua peregrinação deixando para trás o povoado de Paiol Grande. Naquele quente início de tarde, encontrava-se sentado à sombra de grande figueira à beira da estrada, descansando um pouco. Quando pegou o cantil de dentro do alforje, pensando nas muitas léguas que ainda teria de caminhar para chegar ao próximo povoado, um diabinho soprou ao seu ouvido:

– Não há mais nada para ser dito, você já falou muito. Desista dessa peregrinação inútil e aproveite sua vida. O que resta dela.

Joshua tomou um gole de água ao som do bater de asas do anjo sentado em seu ombro.

– E o que seriam daqueles que me esperam? Que gostariam de me ouvir?

O diabinho gargalhou.

– Ora essa! E quem foi que disse que eles querem ouvi-lo?

Joshua conhecia muito bem os diabinhos que, de tempos em tempos, teimavam em cutucar seu espírito.

– Não menor ou maior é o desejo de alguém em sentir a brisa, do que a própria necessidade intrínseca do movimento dos ventos. Qual dos dois dever parar primeiro? E, mais: algum deles, nalgum dia, sufocará essa necessidade?

O diabinho não desistiu.

– Pessoas, vidas, cidades, anos, tristezas, anseios e necessidades. Injustiças! A cada dia que passa, velho Joshua, você deveria avaliar melhor o que faz de seu tempo aqui nesse mundo podre. Com sua inteligência, poderia ser alguém rico e importante.

Joshua levantou os olhos e olhou o horizonte.

– E, no que ser rico melhoraria minha vida?

– Teria respeito!

– Mas, respeito de quem, e por quê? Por que eu deveria ser o que você vê em mim, e não aquilo que tento buscar em um lugar que somente eu tenho acesso? Quem melhor do que eu mesmo sabe aquilo que se passa em minha cabeça?

– Ora, ora, Joshua. Você está velho. Seu tempo aqui, esvaindo-se por seus dedos. Largue de mão essa peregrinação idiota, homem.

– Essa seria a opção mais simples, não é mesmo? Se podemos andar por um caminho mais fácil, por que não o trilhamos, certo? Mas, qual seria o preço a se pagar? O que ou quem seria abandonado?

O diabinho pulou de seu ombro, escarnecendo.

– Deus dá asas a quem não sabe voar.

Joshua alçou mão em sua bengala.

– Na verdade, estamos de tal modo atrelados ao trivial e usual que acabamos nos confundindo. Entendemos como única alternativa de viver aquilo que a consciência coletiva projeta: a segurança, o social, o que os outros acham correto, o caminho por todos trilhado. Não olhamos para si mesmos. Assumimos que nossas divinas asas são unicamente capazes de voos curtos, cegos para o potencial de jornadas siderais. Mas, mesmo que soubéssemos que essa não é a verdade, quantos de nós arriscaríamos buscar as estrelas?

O diabinho deu uma cambalhota.

– Ora, cale-se! Fique aqui. Voe como lhe ensinaram.

Joshua pegou o alforje e se levantou. Escorando-se em sua bengala, olhou para o diabinho.

– Eu sei muito bem onde minhas asas podem me levar. Conheço o reflexo de meu espelho. Peregrino porque desejo que todos com quem converso compreendam a si próprios, conheçam suas asas, pois, assim, muito do deslocamento de suas vidas se resolve – e Joshua olhou nos olhos do diabinho. – No final, minha verdade lhe digo: sei quem sou, pois  independente do que me diga ou pense de mim, morrerei tentando chegar às estrelas que meu espírito enxerga e sabe que minhas asas podem me levar.

E Joshua retomou sua caminhada com o anjo pousado em seu ombro, deixando para trás o diabinho dando cambalhotas.

"12" comentários em: O diabinho de cada um

  1. Rafael - 12 de dezembro de 2014

    Via FACEBOOK
    Daisi Godoy
    SEMPRE OS DIABINHOS ,MAS APESAR DE AS VEZES NOS CAUSAR CONFLITOS , SERVEM PARA VERMOS O TAMANHO DE NOSSAS ASAS E PENSAR SOBRE O VOÔ! ADORO JOSHUA! PARABÉNS PESSOA ILUMINADA!

    • Rafael - 12 de dezembro de 2014

      Beijos Daisi!

  2. Rafael - 12 de dezembro de 2014

    Via FACEBOOK
    Eliene Lima
    Joshua, guerreiro do Senhor!

    • Rafael - 12 de dezembro de 2014

      Beijos Eliene

  3. Rafael - 12 de dezembro de 2014

    Via FACEBOOK
    Tereza Gibson
    Bom dia Rafael como sempre como boa aluna estou presente fique com Deus .

    • Rafael - 12 de dezembro de 2014

      Beijos Tereza!

  4. Rafael - 12 de dezembro de 2014

    Via FACEBOOK
    Heloiza Averbuck
    Importantes verdades 🙂

    • Rafael - 12 de dezembro de 2014

      Beijos Heloiza!

  5. Rafael - 12 de dezembro de 2014

    Via FACEBOOK
    Rosilayne Vasconcelos
    Tão necessário quanto saber onde nossas asas podem nos levar, é ter domínio sobre nosso diabinho de cada dia!

    • Rafael - 12 de dezembro de 2014

      🙂 !!

  6. Rafael - 12 de dezembro de 2014

    Via FACEBOOK
    Irene Oliveira
    🙂

    • Rafael - 12 de dezembro de 2014

      Beijos Irene

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *