<strong>O peregrino Joshua</strong>

O peregrino Joshua

Joshua é uma coluna com publicação semanal às quintas-feiras no Jornal Diário Regional e aos sábados no Jornal Folha do Mate.

Nela Rafael Lovato trata de temas cotidianos vivenciados por um velho peregrino, no início do século passado.

A série "O peregrino Joshua" está sendo publicada pela Editora Zap Book, e contará com ao menos 7 volumes, e que podem ser comprados no site www.zapbook.com.br

14 dezembro 2012

Voltar para casa

 

Há três dias, o peregrino Joshua deixara para trás o vilarejo de Monte Branco. Na noite do dia anterior, chegou à cidade de Arroio Grande, que era bem maior do que os vilarejos que costumava visitar.

Apesar de gostar da tranquilidade de lugares remotos, o movimento das várias pessoas passeando pelas ruas, das carroças, comércio fervilhando, também, era bastante interessante.

Naquele momento, Joshua se encontrava sentado em um banco na praça central à sombra de uma figueira, abrigando-se do tórrido sol do meio dia. Súbito, uma jovem senhora, que passeava com seu cachorrinho, sentou ao seu lado. Esbaforida e se abanando, por certo motivada pelo massacrante calor, após momentos de tranquila conversa, enquanto seu cachorrinho dava voltas em sua frente, ela se queixou:

– Não aguento mais esta cidade. Quero voltar para casa! Meu marido foi transferido para trabalhar aqui, mas, sinto falta dos meus amigos, parentes… E, estamos muito longe. Ai meu deus, o que eu posso fazer?

Joshua ajeitou a bengala entre os joelhos.

– Minha amiga, tranquilize-se. Sobre essa questão, outrora comentei que o novo é bem-vindo em nossas vidas. Mas, para tirarmos proveito dele, devemos o recepcionar de braços aberto. Mesmo não sendo tarefa fácil, pois as mudanças sociais radicais assustam e tumultuam o nosso viver. Ainda mais se formos apegados à comunidade em que residíamos, ou muito próximos à família.

– Sim, é bem isso – a jovem senhora falou aquiescendo com movimentos de cabeça. – O que mais sinto falta é de minha mãe e tias…

– Entendo – e Joshua relembrou sua família, há muito perdida, e sentiu os olhos umedecerem. – Sei muito bem o quanto é dolorido sermos apartados de quem amamos. Mas, precisamos procurar os pontos positivos do novo lugar ou situação em que nos encontramos. Será diferente, é bem verdade, mas, pode ser de igual prazeroso e agradável. Você compartilhou que seu marido veio trabalhar aqui na cidade: pode não ser  uma situação permanente. Quem sabe, logo retornem.

A mulher pegou o cachorrinho no colo.

– Sim, é verdade. Não havia pensado nisso.

Joshua se ajeitou no banco.

– Essa é uma possibilidade real. Mas, quanto mais ansiarmos pelo dia do retorno, mais distante ele nos parecerá. Não devemos viver do passado, e, sim, aceitarmos o presente. E, o principal: não sinta pena de si mesma. Vivencie e aproveite essa oportunidade de crescimento, que pode não acontecer de novo.

– Mas, é difícil. Nada aqui me agrada. Não tenho vontade de fazer qualquer coisa. É complicado.

Joshua olhou para a jovem senhora.

– Quanto mais você tentar afastar e não tomar parte dessa nova vida, mais assustadora ela se tornará.

– Por quê?

– Porque tememos aquilo que desconhecemos. Minha avó sempre repetia que o que não tem remédio, remediado está. Assim, se você não dispõe de melhor opção, aproveite este momento. Inteire-se da nova comunidade, construa uma vida aqui. Tenho certeza de que, se você aceitar esse desafio, utilizando-o para crescimento pessoal, engajando-se nessa nova vida, disposta a conhecer novos amigos, no futuro encontrará outro motivo de preocupação: não mais querer ir embora – e Joshua olhou nos olhos da jovem senhora. – Minha amiga, é por isso que minha verdade lhe digo: você está aqui, essa é a sua vida neste momento. Viva-a.

 

"28" comentários em: Voltar para casa

  1. Rafael - 31 de janeiro de 2015

    Vera Alves
    Beijos pra vc tbem, Rafael Lovato.
    O texto é perfeito!

    • Rafael - 31 de janeiro de 2015

      Valeu Vera!

    • Ligia - 1 de fevereiro de 2015

      Muito bom. Otimo!! Me ensinou algo

      • Rafael - 1 de fevereiro de 2015

        Que bom Ligia! Beijão

  2. Rafael - 30 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Mariane Kurz
    Este serviu prá mim, obrigada!

    • Rafael - 30 de janeiro de 2015

      Beijos Mariane!

  3. Rafael - 30 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Paulo Renato Nardelli
    Ótimo texto! Abrir o coração para a mudança, para o que é novo. Não é fácil. Abraçao

    • Rafael - 30 de janeiro de 2015

      Abração Paulo!

  4. Rafael - 30 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Fernando F. Fasoli
    Gosto dos seus textos Rafael Lovato porque sempre trazem sabedoria com bom senso. Abraço.

    • Rafael - 30 de janeiro de 2015

      Abração Fernando!

  5. Rafael - 30 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Vera Carvalho Assumpção
    Parabéns Rafael Lovato. Seu trabalho é muito bom!!!!

    • Rafael - 30 de janeiro de 2015

      Que bom ouvir isso Vera! Beijos

  6. Rafael - 30 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Thaynara Cristina Santos
    Basta eu estar sem inspiração para ler uma d suas publicações e ela nasce.. obg..onde encontro seus livros?

    • Rafael - 30 de janeiro de 2015

      Que bom Thaynara. Vc encontra os livros na Saraiva! Beijão

  7. Lizane Coden - 30 de janeiro de 2015

    Olá Rafael
    O peregrino Joshua sempre me ensina muito, no entanto, hoje me senti contemplada com suas sábias palavras.
    Amei, Obrigada

    • Rafael - 30 de janeiro de 2015

      Que bom minha querida Liziane. Beijão

  8. Rafael - 30 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Grace Oseki
    Lindo Rafael parabéns!!

    • Rafael - 30 de janeiro de 2015

      Beijos Grace

  9. Rafael - 30 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Arnaldo Leodegário Pereira
    Parabéns caro Rafael Lovato! Bom dia! Feliz sexta!

    • Rafael - 30 de janeiro de 2015

      Abrãção Arnaldo!

  10. Rafael - 30 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Tereza Gibson
    Bom dia amigo Rafael!!!

    • Rafael - 30 de janeiro de 2015

      Beijos Tereza!

  11. Rafael - 18 de dezembro de 2012

    Via FACEBOOK
    Blacia Gonzales
    …o novo é bem-vindo, porém, para termos proveito dele, devemos o recepcionar. Concordo!

    • Rafael - 18 de dezembro de 2012

      Bjo Blacia!

  12. Rafael - 14 de dezembro de 2012

    Via FACEBOOK
    Emily Veiga
    Poderia e deveria cobrar, Rafael Lovato. Muito bom!

    • Rafael - 14 de dezembro de 2012

      🙂 Valeu minha querida Emily!

  13. Rafael - 14 de dezembro de 2012

    Via FACEBOOK
    Mrmalucelli Author
    Adoro suas escritas 🙂

    • Rafael - 14 de dezembro de 2012

      Que bom ouvir isso! Abração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *