<strong>O peregrino Joshua</strong>

O peregrino Joshua

Joshua é uma coluna com publicação semanal às quintas-feiras no Jornal Diário Regional e aos sábados no Jornal Folha do Mate.

Nela Rafael Lovato trata de temas cotidianos vivenciados por um velho peregrino, no início do século passado.

A série "O peregrino Joshua" está sendo publicada pela Editora Zap Book, e contará com ao menos 7 volumes, e que podem ser comprados no site www.zapbook.com.br

28 junho 2013

O que seria…

Naquele final de tarde, o peregrino Joshua se encontrava sentado na varanda da pensão à beira mar, no povoado de Conchas Brancas, observado as nuvens e a vegetação chacoalhando ao vento. Não sabia o que pensar, se o frio se instalaria de vez, ou se era, somente, mais chuva chegando.

Sem saber o motivo, pôs-se a pensar sobre a vida e os homens, e pegou um pedaço de papel de seu alforje, além de um lápis, e escreveu:

O que seria da loucura e fome dos homens

Em correrem para o vil metal, na ânsia de ter mais,

De mesmo venderem suas almas, sacrificarem suas vidas,

Se compreendessem que há tantas outras coisas mais importantes nessa vida?

O que seria da violência, da imoralidade, das barbáries,

Do silêncio dos semelhantes, da cômoda indiferença,

Do eco de ‘não é meu problema’, da falta de solidariedade,

Se possuíssemos a certeza de que, algum dia, precisaríamos resgatar nossas falhas?

O que seria do prazer insano de alguns

Em prejudicarem semelhantes, em incutirem-lhes falsos,

Em propagarem preconceitos, racismo, ignorância, incoerências,

Se olhassem para o lado e vissem irmãos?

O que seria da mágoa, da brabeza, do beiço,

Do não falar com alguém, do dar as costas, da falta de atenção,

Do dar de ombros, da indiferença, do esquecimento, do abandono,

Se soubéssemos que não disporíamos de mais um dia, para fazer as pazes?

O que seria do amanhã, do sol, das nuvens,

Do mundo, dos homens, das crianças,

Da natureza, da civilização, da cultura, do universo,

Se todos os homens somente se preocupassem com o hoje, com o agora?

E o que seria do amor,

Aos homens, a Deus, à terra, à vida, aos semelhantes,

De mãe, de filho, de amigo, de irmão,

Se não perdoamos, não compreendemos, não abrimos os nossos olhos?

A humanidade pereceria, pensou o peregrino Joshua descansando o lápis sobre o papel.

– Não enquanto eu viver – falou para si mesmo.

"8" comentários em: O que seria…

  1. Rafael - 29 de junho de 2013

    Via FACEBOOK
    Delci Mantelli
    Escreva mais ….ah e tenho lido suas publicações no jornal!!!!!!!!

    • Rafael - 29 de junho de 2013

      Que bom ouvir isso Delci

  2. Rafael - 29 de junho de 2013

    Via FACEBOOK
    Adriana Kiesel
    Muito bom, nos faz pensar..

    • Rafael - 29 de junho de 2013

      Bjo Adriana

  3. Rafael - 28 de junho de 2013

    Via FACEBOOK
    Patricia Karnopp
    Perfeito…

  4. Rafael - 28 de junho de 2013

    Via FACEBOOK
    Cristiane Naveca
    Muito bom escreve com a alma Rafael!!

    • Rafael - 28 de junho de 2013

      Bjão Cristiane!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *