<strong>O peregrino Joshua</strong>

O peregrino Joshua

Joshua é uma coluna com publicação semanal às quintas-feiras no Jornal Diário Regional e aos sábados no Jornal Folha do Mate.

Nela Rafael Lovato trata de temas cotidianos vivenciados por um velho peregrino, no início do século passado.

A série "O peregrino Joshua" está sendo publicada pela Editora Zap Book, e contará com ao menos 7 volumes, e que podem ser comprados no site www.zapbook.com.br

12 julho 2013

Atalhos

 

Naquela fria e ventosa tarde de inverno na pensão do vilarejo de Conchas Brancas, o peregrino Joshua sentia sua garganta incomodando, e resolveu não sair para sua caminhada diária. Às vezes, especialmente com sua idade, era preferível resguardar o organismo.

Optou, então, por escorar sua bengala na cadeira, e sentar próximo do fogão à lenha, enquanto a dona da pensão lhe preparava uma xícara de chá com mel. Quiçá, aliviaria a dor em sua garganta.

Perto de si, percebeu uma mulher, certamente inquilina da pensão, e que falou:

– O que se faz num sábado a tarde, frio como esse?

– Calor do fogo e uma xícara de chá são um bom começo…

A mulher sorriu:

– É verdade! O senhor é o peregrino, certo?

Joshua aquiesceu com um movimento de cabeça.

– Maravilha – ela prosseguiu. – Queria, mesmo, conversar com o senhor.

Nesse momento, a dona da pensão entregou a xícara de chá para Joshua, que a depositou na mesinha ao lado da cadeira, voltando a atenção para a mulher.

– Pois não, minha filha.

– Possuo tantas ideias e planos para meu futuro, mas nada se realiza. E, então, vejo conhecidos conseguindo milagres, e acabo por me desmotivar, pois não sei como chegar lá. O que devo fazer?

Joshua se ajeitou na cadeira:

– Exemplifique, por favor, para que eu entenda, completamente, o que você quer me dizer.

– Ok… Desde garotinha, eu sempre quis ser uma escritora. Sempre li muito, e escrevi alguns contos. Mas, o que eu queria, mesmo, era ter um livro publicado – e a mulher suspirou. – Nossa, isso seria o máximo.

– Entendo.

– Tenho um conhecido, lá da minha cidade natal, que, inclusive, teve um dos seus livros comprado por uma editora do estrangeiro. O senhor pode imaginar? E eu, sequer, tenho um publicado aqui no Brasil mesmo… E é isso que eu queria perguntar ao senhor: o que eu devo fazer para ter um livro publicado, e comprado no estrangeiro?

Joshua olhou nos olhos da mulher.

– A amiga deve começar por escrever um livro.

Após alguns momentos de silencio, a mulher sorriu:

– Simples assim?

– Minha amiga, nessa nossa vida não há atalhos seguros, pois tudo o que vem fácil, rui, e acaba rápido. Para alcançarmos verdadeiras e duradouras conquistas pessoais, precisamos pagar o preço de cada fase, galgar cada degrau, sob pena de, jamais, atingirmos o que pretendemos.

– Não sei se entendi. O que isso tem a ver com lançar um livro no estrangeiro? Não parece nada fácil…

– No entanto, também, não é tão difícil.

A mulher coçou a cabeça:

– O que o senhor quer dizer?

Joshua se inclinou na direção da mulher:

– Que, para tudo nessa vida, precisamos nos mexer, abrindo mão da inércia em que vivemos, e encarar os desafios em pé, de frente, com a cabeça erguida. E não é diferente com sonhos, pois, para superar obstáculos, ou vencer distâncias e desafios, em qualquer lugar desse mundo, todos que encontraram êxito começaram da mesma maneira: com o primeiro passo. E é por isso que minha verdade lhe digo: dê o primeiro passo.

"8" comentários em: Atalhos

  1. Rafael - 12 de julho de 2013

    Via FACEBOOK
    Heloiza Averbuck
    Excelente,Rafael! 🙂

    • Rafael - 12 de julho de 2013

      Bjão minha querida amiga Heloiza!

  2. Rafael - 12 de julho de 2013

    Via FACEBOOK
    Blacia Gonzales
    “…para superar obstáculos, ou vencer distâncias e desafios, em qualquer lugar desse mundo, todos que encontraram êxito começaram da mesma maneira: com o primeiro passo…” É um convite: vamos?

    • Rafael - 12 de julho de 2013

      Vamos, minha querida Blacia Gonzales! Bjão!

  3. Rafael - 12 de julho de 2013

    Via FACEBOOK
    Adriana Kiesel
    Muito bom, como todos..
    Gostei 🙂

    • Rafael - 12 de julho de 2013

      Bjo! 🙂

  4. Rafael - 12 de julho de 2013

    Via FACEBOOK
    Carolina Silva
    Adorei 🙂

    • Rafael - 12 de julho de 2013

      Bjão minha querida Carolina!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *