<strong>O peregrino Joshua</strong>

O peregrino Joshua

Joshua é uma coluna com publicação semanal às quintas-feiras no Jornal Diário Regional e aos sábados no Jornal Folha do Mate.

Nela Rafael Lovato trata de temas cotidianos vivenciados por um velho peregrino, no início do século passado.

A série "O peregrino Joshua" está sendo publicada pela Editora Zap Book, e contará com ao menos 7 volumes, e que podem ser comprados no site www.zapbook.com.br

2 janeiro 2015

O respeito e a consciência

 

Naquele quente final de tarde veranil, o peregrino Joshua se encontrava sentado em uma cadeira na varanda da pensão do vilarejo de Riacho Seco. Distraído olhando nuvens dançar ao vento, refletia sobre a vida e os homens, passeando por memórias de seu tempo de garoto, quando o mundo parecia fantástico e misterioso.

Súbito, um homem esbaforido subiu com passos firmes os degraus da varanda, e parou defronte Joshua.

– Boa tarde. O senhor que é o peregrino de quem tanto falam?

Joshua retornou ao tempo presente e olhou para o homem.

– Boa tarde. Talvez seja. Meu nome é Joshua.

– Prazer. Então, é o senhor mesmo – e o homem se sentou ao seu lado. – Posso?

– Por favor.

– Obrigado. Sabe, tenho passado por alguns problemas, e ando pensando. Desde garoto, sempre ouvi dizer que se queremos ser respeitados, precisamos respeitar os outros. E, para que as outras pessoas nos respeitarem, primeiro é necessário que a gente respeite a si próprios. O senhor concorda?

Joshua ajeitou a bengala entre os joelhos.

– Sim e não.

O homem coçou a cabeça.

– Como assim?

– Meu amigo, respeito é uma questão de educação e caráter, e é incondicional. Em minha longa vida, sempre deferi respeito a todas as pessoas, independente de suas atitudes.

– Por quê?

– Porque eu respeito os meus próprios princípios, de ser urbano, educado, e tratar outrem como gostaria que me tratasse. Claro que o respeito próprio é importante. Eu diria que, até, indispensável para um viver harmonioso. Mas, justificarmos a própria falta de educação, a deselegância ou quaisquer atos de repulsa sob o argumento de que o outro não nos respeitava, é nos nivelarmos a ele.

– Acho que estou entendendo aonde o senhor quer chegar.

Joshua se ajeitou na cadeira.

– Não penso que pautarmos nossa vida buscando o respeito alheio nos entregue felicidade. Devemos, sim, ser quem somos para nos sentirmos bem com o próprio reflexo no espelho. Encontrarmos paz em nossa consciência. E, nesse sentido, concordo que respeitar a si próprio seja um dos caminhos da realização pessoal, mas, pouca relação guarda com sermos ou não respeitados.

– Pois é! Eu me dou ao respeito, e respeito pessoas que me desrespeitam. Por que isso acontece? Não sei mais o que fazer!

– Meu amigo, acalme-se. Este mundo, muitas vezes, é cruel. E, assim, também, são várias pessoas. Justo por esse motivo não devemos agir com respeito somente para sermos respeitados, posto que a ouvidos moucos nenhuma palavra ecoa.

O homem arregalou os olhos.

– Essa foi boa. Vou até anotar.

– Devemos, sim, preocuparmo-nos em ser justos, corretos, caridosos – e Joshua olhou nos olhos do homem. – E é por isso que minha verdade lhe digo: seja fiel a você mesmo, propague o bem e auxilie quem necessita de sua ajuda. Garanto-lhe que, assim agindo, encontrará o principal respeito e satisfação nesta vida: uma consciência tranquila. 

"15" comentários em: O respeito e a consciência

  1. polissonografia brasilia - 30 de abril de 2018

    Ola. Obrigado por compartilhar! Grande artigo.

  2. Rafael - 3 de janeiro de 2015

    Irene Oliveira
    🙂 Amei Como sempre esta de parabens 🙂

    • Rafael - 3 de janeiro de 2015

      Beijos Irene!

  3. Rafael - 2 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Ivete Tatai
    Amigo Rafael Lovato, muito obrigada por nos enriquecer com tantas sabedoria de Joshua. Grande Mestre.

    • Rafael - 2 de janeiro de 2015

      Beijão Ivete!

  4. Rafael - 2 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Eliseu Gonçalves
    Valeu Rafael!!

    • Rafael - 2 de janeiro de 2015

      Abraço Eliseu

  5. Rafael - 2 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Heloiza Averbuck
    Muito bom Rafael! Concordo com o Peregrino Joshua!

    • Rafael - 2 de janeiro de 2015

      Beijos minha querida Heloiza!

  6. Rafael - 2 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Bagual Klein
    Uma consciência tranquila !!! Artigo raro e cada vez mais necessário nos dias atuais… tem o valor de um tesouro !

    • Rafael - 2 de janeiro de 2015

      Abração meu amigo Bagual!

  7. Rafael - 2 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Tereza Gibson
    Bom diâ Rafáel !!!

    • Rafael - 2 de janeiro de 2015

      Beijão Tereza!

  8. Rafael - 2 de janeiro de 2015

    Via FACEBOOK
    Adelaide Silvana
    Bom dia! amigo!

    • Rafael - 2 de janeiro de 2015

      Bom dia Adelaide!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *